O direito internacional desenvolveu-se extraordinariamente depois da segunda guerra mundial.


O convívio dos Estados em uma comunidade juridicamente organizada e a intensificação das relações entre os povos produziram uma nova tessitura de normas em grande parte incorporadas em convenções, que deu à vida internacional um ordenamento jurídico de que jamais dispôs no passado.


Cada dia é mais importante o conhecimento do direito internacional para o profissional das leis, de vez que a repercussão dos problemas internacionais na vida de cada Estado aumenta com o número crescente de convenções vigentes, que, por força da promulgação, passa a fazer parte da ordem jurídica interna dos Estados.